FLUSSER E AS DORES DO ESPAÇO

Ficha Técnica

Curadoria: Norval Baitello Junior e Camila Garcia

Acervo: Vilém Flusser Archiv (Berlin)

Consultoria: Arquivo Flusser São Paulo - Diogo Bornhausen e Alex Heilmair

Produção Executiva: Leo Rea Lé (Rua 34)

Produção: Bruno de Lima Martin e Francis dos Santos

Projeto Expográfico: Thereza Faria (O Vento e a Fuga, Celeiro e Seção dos Artistas), Thiago Machado, Lucas Aché Saad, Karine P. Herrado e TM2 Planejamento e Projeto (Sem Chão, Vampyroteuthis Infernalis, Caixa Preta, O Gesto e a Escrita, O Concreto e a Areia ou o Mundo das Não Coisas e Casa Furada)

Criação Artística: Maurício Jabour, Rodrigo Gontijo e Simon Fernandes (Casa Furada), Thereza Piffer – Grupo Sensus (Caixa Preta), Renato Sass (O Concreto e a Areia ou Mundo das Não Coisas)

Iluminação: Luiz Guilherme Bonatto – 624 e Wilton Santos

​Data: 10 de outubro de 2017 a 28 de janeiro de 2018

Venue: SESC Ipiranga

Apresentação: SESC

Patrocínio: SESC SP

Apoio:  Arquivo Vilém Flusser São Paulo, Vilém Flusser Archiv (Berlin), PUC-SP

Realização:

SESC SP e Rua 34.

IMG_1836.jpg

“Flusser tinha um pensamento original sobre as realidades bidimensionais e seu impacto sobre o espaço tridimensional. Aí sua originalidade é insuperável: esta é uma das dores do espaço, o encolhimento da vida para caber em duas dimensões”

Curador

Pontifícia Universidade Católica

Com curadoria de Norval Baitello Junior e Camila Garcia, a exposição  resgata as relações do filósofo tcheco-brasileiro Vilém Flusser com o Brasil, materializando e criando visualidades na ocupação de nove espaços expositivos do SESC Ipiranga. 

EXPOSIÇÕES